Toffoli: Ódio está penetrando na sociedade através do medo; discursos estimulam divisão social

0
22
Por Pedro Caramuru

São Paulo 24/05/2019 – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, afirmou nesta sexta-feira, 24, que “o ódio está penetrando na sociedade através do medo” e que esses discursos “estimulam a divisão social a partir da dicotomia ‘nós e eles’ e remetem ao fantasma das ideologias fascistas”.

Toffoli participou de evento realizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), para discutir a influência de notícias fraudulentas. O ministro Ricardo Lewandowski, do STF, também participou.

Lançamento

No discurso, Toffoli afirmou não ter dúvidas de “de que a propagação de fake news também é um elemento para se desacreditar as instituições, as pessoas e as lideranças, sejam elas de qualquer espectro, de qualquer Poder e a própria imprensa séria e tradicional”.

Toffoli e Lewandowski citaram os efeitos negativos da propagação de notícias falsas com propósitos eleitorais. Lewandowski classificou as eleições de 2018 como um período de “divulgação absolutamente incontrolável de fake news” e incentivou não só a criação de um marco regulatório “para prevenir essa epidemia dentro dos marcos do Estado Democrático de Direito”, mas também defendeu que “o papel das universidades públicas como contraponto às fake news é absolutamente fundamental”.

Ao fim, o presidente do STF reiterou o lançamento em junho deste ano de um painel multissetorial para checagem de informações e combate a notícias falsas em parceria com a OAB, Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e outras instituições jurídicas, acadêmicas e jornalísticas.

Contato: pedro.caramuru@estadao.com