Líder da junta militar sudanesa renuncia 24 horas depois de jurar seu cargo

0
14

O ministro da Defesa do Sudão, Awad bin Auf, renunciou nesta sexta-feira ao seu cargo à frente da junta militar constituída ontem para dirigir o país após a derrocada do presidente Omar al Bashir, apenas 24 horas depois de assumir essa incumbência.

Em mensagem lida na emissora de televisão estatal sudanesa, Bin Auf anunciou que sua decisão busca “preservar a unidade do exército “e a designação do general Abdul Fatah al Birhan como presidente do Conselho Militar Transitório, que está previsto que governe por um período de dois anos até entregar o poder a uma autoridade civil.