Incêndio no centro de Lima já foi “isolado”, diz presidente peruano

0
33

O presidente do Peru, Martín Vizcarra, anunciou que o grande incêndio que aconteceu nesta sexta-feira em uma zona comercial do centro histórico de Lima já foi “isolado” pelos bombeiros, que ainda deverão trabalhar “toda a noite” para extinguir as chamas.

“O trabalho esforçado, elogiável, que sempre fazem os bombeiros já conseguiu confinar as chamas, não significa ainda controlá-lo, significa definir seu perímetro para extingui-lo”, detalhou o governante após visitar a região onde aconteceu o incidente.

O presidente chegou de surpresa ao local, situado na parte antiga da cidade, a poucas quadras do Palácio de Governo de Lima, depois da ministra de Saúde, Zulema Tomas.

“Agora os bombeiros começam o trabalho árduo para apagá-lo, esse vai ser um trabalho de toda a noite”, declarou Vizcarra antes de explicar que os especialistas consideram que o fogo baixou do grau 4 para o 2.

Vizcarra também disse que as unidades de saúde atenderam “pessoas hipertensas e a uma outra com uma fratura no punho”.

O incêndio aconteceu ao entardecer desta sexta-feira na zona comercial de “Mesa Redonda”, no centro histórico de Lima, na qual em 2001 cerca de 300 pessoas morreram em um fato similar.

Os bombeiros voluntários do Peru confirmaram à Agência Efe que o fogo começou por volta das 17h30 (horário local, 19h30 em Brasília), por causas ainda não determinadas. EFE

dub/ma