Cientistas descobrem nova espécie de Hominídeo de Denisova

0
20

O estudo de 161 genomas humanos de 14 grupos de ilhas do Sudeste Asiático e de Papua Nova Guiné revelou a existência de uma nova espécie de Hominídeo de Denisova.

O estudo, publicado nesta quinta-feira na revista médica “Cell”, indica que o DNA dos papuásios modernos contém, além do material genético do homo sapiens – os humanos modernos – e dos neandertais, genes de duas espécies de Hominídeo de Denisova, um deles desconhecido até agora. Os pesquisadores, o professor Murray Cox, da Universidade de Massey, da Nova Zelândia, e uma equipe do Instituto Eijkman de Biologia Molecular, da Indonésia, acrescentaram que os dois grupos de Hominídeo de Denisova, cujo material genético sobrevive nos papuásios modernos, se separaram há 350 mil anos.