quinta-feira, setembro 19, 2019
A morte de Osama Bin Laden significa a queda do símbolo do terror e da biografia paradigmática dos jovens islâmicos, porém ao mesmo tempo uma referência para que novos guerreiros santos se vinculem à violência irracional contra o Ocidente