Benjamin Netanyahu chega ao Rio e se reúne com Bolsonaro no Forte de Copacabana

0
1216
O presidente eleito Jair Bolsonaro recebe a visita do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Copacabana.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, desembarcou no Brasil na manhã desta sexta-feira (28), por volta das 11h15, no Aeroporto Tom Jobim/Galeão para participar da cerimônia de posse de Jair Bolsonaro na Presidência do Brasil na próxima semana.

Segundo agenda oficial divulgada anteriormente, o voo teve atraso de duas horas, o que pode apertar a extensa agenda do primeiro-ministro no País até o dia 1º de janeiro, quando retornará a Israel após a cerimônia de posse.

Lançamento

Após o desembarque, o chefe de Governo israelense se reuniu com o presidente eleito e o futuro Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e outras autoridades.

Na quinta-feira, 27, Netanyahu informou pelo Twitter que pretendia discutir os laços de Israel “com o maior país da América Latina, o quinto país mais populoso do mundo”, e afirmou que o Brasil é “um país enorme, com enorme potencial para o Estado de Israel, economicamente, diplomaticamente e com relação a segurança”.

20181228T192509Z_2_LYNXNPEEBR0SY_RTROPTP_4_BRAZILISRAEL.JPG

Também pelo Twitter, Bolsonaro disse que pretende “discutir novos rumos para nossas nações”, referindo-se a Brasil e Israel, e defendeu o desenvolvimento tecnológico israelense.

Após o desembarque, o chefe de Governo israelense se reuniu com o presidente eleito e o futuro Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e outras autoridades.

Na quinta-feira, 27, Netanyahu informou pelo Twitter que pretendia discutir os laços de Israel “com o maior país da América Latina, o quinto país mais populoso do mundo”, e afirmou que o Brasil é “um país enorme, com enorme potencial para o Estado de Israel, economicamente, diplomaticamente e com relação a segurança”.

Também pelo Twitter, Bolsonaro disse que pretende “discutir novos rumos para nossas nações”, referindo-se a Brasil e Israel, e defendeu o desenvolvimento tecnológico israelense.

Encontro no Forte de Copacabana

O presidente eleito Jair Bolsonaro e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, estão reunidos no Forte de Copacabana, na Zona Sul do Rio, desde o início da tarde desta sexta-feira (28).

Bolsonaro foi o primeiro a chegar para o encontro. Ele saiu do condomínio onde mora com a família, na Barra da Tijuca, e chegou ao bairro de Copacabana às 13h36. Netanyahu saiu do hotel onde está hospedado, próximo ao Forte, e chegou ao local às 14h.

Antes de entrarem no prédio das Forças Armadas, eles se cumprimentaram e posaram para fotógrafos e cinegrafistas. Dentro de um sala com as bandeiras dos dois países, os dois se sentaram lado a lado, com intérpretes auxiliando no diálogo.

O premiê israelense pousou na capital fluminense às 11h16. Ele foi recebido por autoridades, como o prefeito do Rio, Marcelo Crivella. Netanyahu deixou o Aeroporto do Galeão por uma porta lateral.

Também nesta sexta, o primeiro-ministro participará de um evento em uma sinagoga. No sábado (29), ele terá apenas compromissos privados no Rio de Janeiro.

A previsão é que Netanyahu permaneça cinco dias no país. O chefe de Estado israelense agendou uma série de compromissos oficiais, entre os quais reunião com o presidente eleito, encontros bilaterais, além de evento com líderes da comunidade judaica brasileira.

Netanyahu agendou no domingo (30) encontro com jornalistas brasileiros, líderes da comunidade judaica brasileira. No dia seguinte, o premiê concederá entrevistas à imprensa de Israel e do Brasil.

No dia da cerimônia de posse, o primeiro-ministro terá uma intensa agenda em Brasília.

No início da tarde, antes mesmo da solenidade de Bolsonaro, Netanyahu se reunirá com o presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, e o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo.

A agenda do premiê israelense prevê que ele participará da cerimônia de posse no Congresso Nacional, do encontro de chefes de Estado no Palácio do Planalto e da recepção que será oferecida pelo Itamaraty aos líderes estrangeiros em homenagem a Bolsonaro.

Antes de embarcar de volta para Israel na noite de terça, Netanyahu ainda terá um encontro privado com o presidente do Chile, Sebastian Pinera, no Palácio do Itamaraty.

 

Via Estadão e G1